Aprenda a consultar inscrição estadual em 2022

Quando o vendedor realiza a venda é preciso fazer uma NFe que precisa de alguns dados, dentre esses dados é preciso consultar a inscrição estadual da empresa que está sendo feita a nota fiscal.

Esse número é um dos mais importantes que encontramos dentro da nota fiscal, ele é responsável por trazer algumas informações diretamente do comprador para a SEFAZ.

Mas muitos empreendedores encontram problemas em preencher essa numeração na nota fiscal justamente por vender para muitas empresas e acabar não decorando de todas, e realmente não é preciso fazer esse estudo.

Em alguns emissores de emissão de nota fiscal essa numeração vem automática no cadastro do cliente, como é o caso do emissor FreeNFe que vamos destacar mais abaixo.

Aqui vou te mostrar a importância e o que é uma inscrição estadual, para os mais íntimos IE.

Consultar inscrição estadual na emissão, é preciso?

Antes de responder essa pergunta vamos entender o que é de fato a IE, trata-se de um número de identificação do contribuinte no cadastro da Secretaria da Fazenda Estadual onde a empresa está localizada.

Essa numeração pode variar até 14 dígitos dependendo do seu estado, os primeiros números revelam de fato o estado de origem do estabelecimento e os demais são como uma composição para a empresa e dígito verificador.

Como eu disse acima, cada estado tem a sua inscrição estadual e também a sua maneira de cadastrar a IE, ou seja se caso uma empresa for aberta em um estado ela terá uma numeração diferente das outras do mesmo estado e também de diferentes locais.

Mas alguns empreendedores podem se perguntar, mas seria o mesmo que um CNPJ não é mesmo? E a resposta é que não é igual.

Quando falamos do CNPJ é um registro formal na Receita Federal, enquanto a inscrição estadual está ligada a um registro na Receita Estadual que por sua vez está ligado também à Receita Municipal.

Então esses registros estão totalmente ligados entre si e formam a parte tributária da empresa, portanto quando for fazer uma NFe é realmente preciso consultar a inscrição estadual para que não tenha nenhuma surpresa na emissão da mesma.

Existe obrigatoriedade para a inscrição estadual?

Essa obrigatoriedade está relacionada ao tipo de atividade que a empresa exerce, em alguns casos não é preciso de fato ter esse registro.

Em casos que a empresa é destinada a atividades de comércios, fábricas e prestação de serviços de transportes interestaduais ou municipais, nesse caso é preciso que tenha a inscrição estadual para que seja feito o recolhimento do ICMS devido as regras destinadas a cada estado.

E para outras situações em que a empresa realiza a movimentação física de produtos ou serviços, nesse caso a IE é obrigatória para a autorização da emissão de documentos fiscais que estão na legislação.

Nesse caso é justamente para a emissão da NFe, se caso uma empresa normal for emitir para outra empresa normal de venda de mercadoria, todas as duas empresas precisam estar com suas inscrições estaduais corretas e colocadas dentro do sistema de emissão.

Para que assim a SEFAZ entenda que está tudo correto e faça a validação dos documentos fiscais emitidos.

É preciso também ficar atento porque como eu falei no começo, cada estado tem a sua própria regulamentação e se caso sua empresa queira fazer alguma alteração será preciso verificar diretamente com um contador ou ir até o órgão da sua cidade/estado.

Mas não precisa se assustar, geralmente quando é feita a abertura da empresa já é emitido esse registro juntamente com o CNPJ da empresa.

Como consultar a inscrição estadual em 2022?

Existe um site que é muito conhecido tanto pelos empreendedores quanto para os contadores que é chamado de SINTEGRA, dentro dele é possível fazer uma verificação apenas colocando o CNPJ da empresa e também o estado que ela pertence.

Após colocar somente esses dados é mostrado todas as informações daquela empresa, desde o nome até mesmo a abertura dela e também o número da inscrição estadual.

Esse site foi criado justamente para unificar e facilitar a busca de cada empreendedor na hora de consultar a inscrição estadual. Seria impossível lembrar de todas as informações das empresas, então para facilitar foi criado o SINTEGRA.

Encurtando o caminho para a consulta da IE

Então agora que sabemos que para consultar a inscrição estadual é preciso ir para o SINTEGRA e pesquisar manualmente os dados da empresa, mas será que realmente precisa fazer todo esse processo? 

E a resposta é que não é preciso fazer todo esse processo para a consulta, em alguns sistemas de emissão de notas fiscais que é o caso do FreeNFe essa informação vem automática no cadastro da empresa.

Quando você coloca o CNPJ da empresa para fazer o cadastro de um novo cliente, nesse momento é feito uma busca direta na SEFAZ pelo sistema e já mostra todas as informações como endereço, inscrição estadual, telefone e Email.

Tudo isso é preenchido de forma automática dentro do sistema para ajudar na agilidade da sua empresa no momento da emissão.

Se caso a empresa seja nova, ou que tenha tido algum problema dentro da SEFAZ, é recomendado que procure sim no site do SINTEGRA para não ter nenhum tipo de problema na emissão.

Se caso tenha preenchido de maneira incorreta a IE, no momento da emissão da sua nota fiscal será retornada uma rejeição dizendo que a Inscrição estadual está incorreta e será preciso fazer a alteração.

O FreeNFe

Além de ajudar a sua empresa dando agilidade no processo, o FreeNFe também trabalha na parte de automação para que você não precise digitar todos os dados referente a tributação, basta apenas colocar algumas informações e pronto, sua nota fiscal está pronta para ser enviada.

Também existe a possibilidade de sua empresa entrar em contato diretamente com o pessoal do nosso suporte para tirar dúvidas no momento da emissão, e para isso temos uma equipe totalmente especializada em emissões de documentos fiscais.

Você pode utilizar gratuitamente para emissão dentro da sua empresa e não se preocupar com cobranças, basta clicar no link abaixo e começar agora a emissão da suas notas fiscais.

Aproveitando, já que estamos falando de emitir notas, vender, receber, consultar, etc. Até já te indicamos um emissor totalmente gratuito para emissão de notas, eu quero também te apresentar um outro recurso que o FreeNFe oferece dentro da aplicação. É bem provável que quando você emite uma nota de venda, você vai querer receber do seu cliente neh? rsrs
E para receber existem várias maneiras, eu quero te falar de uma das mais tradicionais aqui, o Boleto. Com o FreeNFe, você além de emitir as notas totalmente de forma grátis, pode também emitir os boletos junto, automaticamente, não necessitando de fazer envio de arquivos de remessa para os bancos, pois essa conciliação já é integrada ao usar o recurso Gerador de Boletos. Portanto, além de economizar dinheiro usando o FreeNFe, você economizar também tempo, para dedicar a outros afazeres na empresa. Quer saber mais? Clique aqui e fale comigo pelo WhatsApp agora mesmo.

Acessar FreeNFe

Emissores

Ferramentas gratuitas

Soluções

Av. Pedro Taques, 294, Zona 7, Maringá – PR, 87030-008
CNPJ: 23.903.417/0001-60
2016 • 2024  |  Mapa do site