e-Social, o que é?

É um sistema de registro que foi elaborado pelo Governo Federal, visando simplificar e desburocratizar a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.
Um sistema de registro para facilitar a administração de informações relativas aos trabalhadores.
Padronizado e bem mais simples, visa reduzir custos e tempo da área contábil das empresas quando for executar 15 obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias.

A novidade!

Através do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial), os empregadores passarão a comunicar ao Governo, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS.

O e-Social irá viabilizar a garantia aos direitos previdenciários e trabalhistas, simplificando e racionalizando o o cumprimento das obrigações, eliminando erros nas informações prestadas por pessoas jurídicas e físicas, aprimorando a qualidade das informações das relações de trabalho, previdenciárias e tributárias.

Facilidade

A prestação das informações através do e-Social irá substituir o que antes era feito através de preenchimento e entrega de formulários e declarações separadamente a cada ente competente.
A legislação prevê ainda que pequenas e micro empresas terão um tratamento diferenciado.

Todos os dados coletados pelas empresas irão compor um banco de dados único, administrados pelo Governo Federal, e irá abranger mais de 40 milhões de trabalhadores e ainda contará com a participação de mais de 8 milhões de empresas, além dos milhares de escritórios de contabilidade.

A obrigatoriedade de uso deste novo sistema, dependerá de Resolução do Comitê Gestor do E-social.
Publicada em 31/08/2016, uma Resolução no Diário Oficial da União, diz que a implantação se dará em duas etapas: sendo que a partir de 1º de janeiro de 2018, serão obrigados a utilizar o sistema, empregadores e contribuintes que faturaram, no ano de 2016, um valor superior a R$ 78 milhões.
Já a partir de 1º de julho deste mesmo ano, todos os demais empregadores e contribuintes, independentemente do valor faturado anualmente.

Veja as 15 obrigações que serão informadas de forma unificada através o e-Social:

  1. GFIP  –  Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social
  2. CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados para controlar as admissões e demissões de empregados sob o regime da CLT
  3. RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.
  4. LRE –  Livro de Registro de Empregados
  5. CAT – Comunicação de Acidente de Trabalho
  6. CD –  Comunicação de Dispensa
  7. CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social
  8. PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário
  9. DIRF – Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte
  10. DCTF – Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
  11. QHT – Quadro de Horário de Trabalho
  12. MANAD – Manual Normativo de Arquivos Digitais
  13. Folha de pagamento
  14. GRF – Guia de Recolhimento do FGTS
  15. GPS – Guia da Previdência Social

O projeto eSocial é uma ação conjunta do Governo Federal juntamente com o seguintes órgãos e entidades: Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e Ministério do Trabalho – MTb.

Fonte: e-Social

Continue conectado em nossas mídias Sociais.

    Blog FreeNFe  Nosso canal no YouTube  Nosso FanPage no Facebook   Conheça nosso LinkedIn Conheça nosso Google Plus  Conheça nosso Twitter

Emissores

Ferramentas gratuitas

Soluções

Av. Pedro Taques, 294, Zona 7, Maringá – PR, 87030-008
CNPJ: 23.903.417/0001-60
2016 • 2024  |  Mapa do site