Como emitir nota fiscal e boleto junto?

Por um bom tempo, a emissão de boletos bancários foi um tarefa árdua e frequente nas corporações. No entanto, ainda é para muitas empresas. Se levarmos em consideração toda a evolução, é claro que o processo bancário é um sonho, pois de certa forma automatizou um processo que era feito apenas na caneta, porém já é possível emitir a nota fiscal e o boleto juntos e é sobre isso que vamos conversar hoje.

Assim como na nota fiscal eletrônica, que era feita durante horas e horas por funcionários contratados especificamente para esta finalidade, os carnês, as promissórias, etc, também eram preenchidas a papel e caneta.

A intenção aqui não é fazer uma linha do tempo desta evolução, se bem que seria nostalgia pura neh, ou não.. rsrs, depende do ponto de vista.

Mas o fato é que a modernidade trouxe muitas vantagens para todos, e digo isso em todas as áreas, todas mesmo, desde a plantação de uma semente, até uma escrita de carta.

E não é diferente no mundo onde os empresários precisam fazer as suas vendas, emitir suas notas fiscais e receber do seu clientes. Olha, só aqui neste pequeno trecho, citamos 3 tarefas impactadas brutalmente por esta evolução.

Fazer Vendas: Não se faz mais vendas como antigamente, hoje o advento da internet criou novas formas de se fazer isso. Nos tempos presentes existe um mundo paralelo ao que conhecemos fisicamente, chamado de digital, e é por lá que acontecem a maioria das transações entre compradores e vendedores. Ainda existem aqueles mascates, empurrando um carrinho com várias panelas, redes, bacias, cadeiras, etc? Claro que sim, mas a proporção comparado com alguns anos atrás, 10 ou 15 anos, é extremamente baixa, quase nada. Pesquisas apontam que o digital só aumenta a cada ano, e a tendência é aumentar ainda mais. Será que o físico vai acabar?

Emitir Notas Fiscais: Quantos emissores de nota fiscal eletrônica existem hoje?
Resposta: Exatamente 3, 3 milhões… haha. Não sei ao certo, isso foi só uma brincadeira, mas existem diversos, muitos e muitos. Mas nem sempre foi assim, hoje existe esta possibilidade, por causa desta evolução que estamos dizendo. Há alguns anos atrás, quem era responsável pela emissão das notas fiscais dentro das empresas, chegavam ao final da tarde com os dedos da mão amassados de tanto segurar uma caneta, haja tinta. Não peguei essa época, mas tenho amigos que estavam lá, e contam que era exatamente desta maneira, tudo manual, pilhas e pilhas de notas feitas à mão.. hehe

Recebimentos: Aceita cheque? rsrs. Acredito que ainda exista, mas bem pouco neh? Ou não? Será que estou errado. Eu achava muito chique ver as pessoas portanto aqueles talões de cheques nas carteiras, e quando iam pagar alguém, sacava aquilo e assinava na hora, eu pensava; o cara tem poder de fazer dinheiro, porque não coloca alguns números a mais? Sem nem saber que precisava de fundos… hahaha

Promissória? Uau. Eu te gero 12 promissórias e você vai pagando conforme for vencendo. hehe

Eram algumas das formas mais comuns de se receber uma dívida

E o que isso tudo tem a ver com o título lá em cima?

Bom, como disse o pastor, uma coisa leva a outra.. rsrs

O que eu estou tentando discorrer aqui é que toda esta questão da evolução das coisas, tanto físicas quanto intangíveis, vem na direção de trazer melhorias para tudo e para todos. Estas novidades combinadas com um boa dose de conhecimento e aplicabilidade, com certeza melhora processos e ajuda no crescimento e também perpetuação das empresas no mercado, afinal de contas, nenhuma empresa abre com intuito de ficar para trás neh.

E neste sentido, eu citei estes 3 exemplos, porque é o que está intrínseco dentro das operações que a ferramenta FreeNFe faz.

Você veja que em um tempo não muito distante, estas três tarefas, necessariamente precisavam serem realizadas individualmente, mas hoje, esta evolução que falamos, está presente no nosso dia a dia muito mais do que imaginamos, e não seria diferente para estas realização. Tanto que às vezes nem percebemos ou paramos para analisar estas mudanças e melhorias.

O emissor de notas fiscais FreeNFe, é mais do que uma simples solução para emissão de notas fiscais. Ele traz em sua “alma”, aquela premissa que eu sempre digo, que é ajudar o empreendedor a levantar vôos cada vez mais altos.

E como ele faz isto?

De várias formas. Entregando recursos e funcionalidades que irão ser de grande impulso para melhorar a gestão da empresa. Tanto no que diz respeito a controle, dados para tomada de decisões, agilidade e ganho de tempo, até redução e economia de valores financeiros.

Como estamos falando especificamente de emissão das notas e geração dos boletos junto, é sobre esta função que eu vou te falar de agora em diante.

Voltando um pouquinho lá atrás, sobre a tremenda mão de obra que dava para emitir a nota e depois os boletos, o FreeNFe foi pensado e preparado para que você não tenha que passar por esta mesma dificuldade. Afinal de contas, se existe toda esta evolução, porque vamos ficar sofrendo sem precisar?

E é justamente para diminuir a perda de tempo, e otimizar o uso dele, que o recurso Gerador de Boletos nasceu.

Ainda que tenhamos visto uma crescente nos pagamentos via cartão de crédito e PIX, o boleto ainda é uma alternativa segura e muito utilizada. E é bem provável que você faça uso do mesmo, correto? Caso contrário, nem teria chegado neste conteúdo.. rsrs

Então, pensando em agilizar este processo, o recurso nasceu dentro do emissor para gerar os boletos automaticamente, assim que a nota for transmitida e autorizada pela Sefaz.

Para utilizar o Gerador de Boletos do FreeNFe, basta fazer o credenciamento por dentro do próprio emissor, o processo é rápido e fácil, e eu vou te dar uma breve explicação de como fazer, fique tranquilo.

Primeiro, acesse o sistema, e vá até a opção MENU, em seguida encontre a aba CONFIGURAÇÕES, depois, o próximo passo é clicar em CONFIGURAR SISTEMA, uma nova tela irá aparecer, e dentro dela você precisa encontrar a opção BOLETO BANCÁRIO.

Agora, marque a opção GERAR BOLETO AUTOMATICAMENTE, e clique na opção GRAVAR, uma próxima tela vai aparecer, clique em SIM para fazer o seu credenciamento.

Agora é só informar os dados pedidos e se credenciar.

É importante ressaltar que a sua conta a ser cadastrada precisa ser jurídica, e com o mesmo CNPJ da empresa que emite as notas. Não recomendamos o cadastro da conta de pessoal física, pois isto vai dificultar o seu credenciamento.

Após o credenciamento ter sido devidamente realizado, sua empresa já estará apta a emitir boletos pelo sistema de forma automática, não sendo mais necessário enviar remessas ao banco para registrar os boletos, ou aguardar retorno dos bancos para dar baixa, o sistema já irá fazer isto para você de forma totalmente automatizada.

A geração dos boletos pelo FreeNFe, é uma parceria com a PJ Bank, logo os registros e credenciamento é realizado pela equipe do banco, de forma segura e prática e atendendo as exigências do Banco Central.

Além de ganhar tempo com a automatização do processo, você também economiza dinheiro, porque não irá pagar taxas que os bancos costumam cobrar, por exemplo: taxa de cancelamento, taxa de alteração, taxa disso,taxa daquilo. Você irá pagar apenas uma taxa pelos boletos quitados, ou seja, somente paga se receber e quando receber.

Para maiores dúvidas, e detalhes, eu vou deixar o link de um vídeo aqui, e também de um tutorial com o passo a passo de como fazer tudo certinho, ok?

No entanto, se ainda assim restar qualquer dúvida, não hesite em chamar o nosso suporte técnico via chat no site.

Agora, se você quiser aproveitar a oportunidade e transformar o seu emissor de notas em um sistema com mais recursos e ferramentas, basta girar a chave da versão Plus para ter acesso a tudo que o sistema oferece. Para isto, você precisa apenas me chamar no WhatsApp Comercial e dizer que leu este conteúdo, que vou te dar um super desconto no plano anual, o link está logo abaixo.

PEDIR DESCONTO PELO WHATSAPP

Novamente, qualquer dúvida, estaremos à disposição.

Conheça a nova versão do FreeNFe clicando aqui.

Até a próxima!

Paulo Assis.

Emissores

Ferramentas gratuitas

Soluções

Av. Pedro Taques, 294, Zona 7, Maringá – PR, 87030-008
CNPJ: 23.903.417/0001-60
2016 • 2024  |  Mapa do site