Pequeno negócio: Compensa ter uma loja colaborativa? Confira!

Empreendedores começam a observar uma tendência chamada loja colaborativa, que tem ajudado diversas empresas a reduzirem custos em seus endereços físicos e para algumas
é até a oportunidade ideal para se manter no mercado. Confira.

Com a chegada desse modelo de negócio ao Brasil a economia colaborativa tem obtido excelentes resultados que realmente chamam a atenção de muitos empreendedores que iniciam ou dão continuidade aos seus negócios com um processo mais acessível, sendo mais barato e muito mais criativo por meio da loja colaborativa isso diferencia e ajuda muito. 

Mas para saber sobre o que estamos falando é preciso informar o que é a Economia Colaborativa, então vamos ficar por dentro do assunto de forma mais aprofundada. 

Economia Colaborativa

No ano de 2008 se deu início a uma nova crise, então foram buscados mais processos inovadores para poder voltar a suas margens no lugar, foi onde surgiram as lojas colaborativas. 

Essas lojas colaborativas são basicamente os modelos de negócio da economia colaborativa, muito simples de analisar pois é quando muitas pessoas se comunicam e se organizam para que possam ser divididos em comunidades. 

Essas comunidades tem como objetivo compartilhar os seus materiais, pode ser bens, ferramentas de trabalho ou apenas um espaço mesmo, para que possam ser utilizados de formas colaborativa. 

Sendo trabalhado dessa maneira a economia é realmente muito alta, onde empreendedores não precisam se preocupar com compra de ferramentas, ou algum outro recurso em específico, esse que pode ser encontrado em alguma organização colaborativa. 

Se for analisar todo o processo de trabalho de uma empresa, além do espaço e ferramentas que muitas vezes ficam paradas na bancada ou no depósito, é muito bom e viável para muitos empreendedores trabalhar nas condições em que tudo é aproveitado. 

O processo de troca de materiais também é uma forma de colaborar onde é visto as necessidades sustentáveis que já estão operando para os consumidores dentre os últimos anos e com bons resultados.

Quais as vantagens das lojas colaborativas?


Quando alguém decide investir nesse processo eles reconhecem que estão buscando excelentes vantagens para seu negócio. 

Quando a loja está em operação sendo em um espaço colaborativo, não é necessário tantos funcionários, então a diluição dos custos é considerada uma vantagem.

Sendo utilizado o espaço de uma loja colaborativa, algumas dívidas deixam de ser importantes ou frequentes como por exemplo Custos de aluguel, água, luz e internet, sendo utilizado esses recursos em compartilhamento com outros lojistas fica consideravelmente menor o valor a ser pago. 

Outra vantagem é quando o empreendedor tem menos necessidade, no caso uma empresa pequena, pode estar apenas alugando um box dentro do espaço do estabelecimento colaborativo. 

Gestão de tempo também é ideal, pois quando não é necessário o empreendedor ficar sempre no ponto físico ele poderá se locomover mais e buscar novos processos de melhorias para a empresa. Podendo se dedicar a processos de marketing, lidar com finanças, ou também processos de logística virtual. 

Sendo um espaço utilizado por diferentes empreendedores, no decorrer do trabalho é possível criar novas amizades no ambiente, e consequentemente se tornar parceiro de alguma outra empresa que está presente no mesmo espaço, isso com certeza é algo muito bom, que melhora e aumenta o porte de ambas empresas. 

Muitas das lojas colaborativas ficam em pontos estratégicos de lojas, em endereços que atraem o consumidor também, sendo assim a possibilidade de ter uma empresa aberta em um ponto de ótima localização se torna acessível, pois o valor é dividido entre os empreendedores que utilizam aquele local.

Assim como é um grande espaço de pessoas se locomovendo e trabalhando, os lojistas que atendem ramos diferentes conseguem ter próximo a ele uma grande variedade de produtos e essa variedade atraem muitos consumidores, então o fluxo de clientes é consideravelmente maior e traz mais lucros para a empresa. 

Faça parte desse processo para alavancar a sua empresa e produção

Agora que já conhecemos mais as suas vantagens e como funciona o processo de loja colaborativa, o processo a ser analisado é como fazer parte disso tudo e ter todas essas vantagens citadas. 

Visto que o mercado compartilhado tem crescido muito e ganhado muito espaço no processo do empreendedorismo, tem grandes chances de ser um futuro mais colaborativo ainda. 

De acordo com estudos e pesquisa relacionados ao crescimento desse modelo, foi feito um levantamento em que até 2025 esse setor de lojas movimente cerca de 335 bilhões de dólares em todo o mundo. 

Mas para realmente entrar nesse modelo de negócio não é tão simples, precisa ter em sua empresa conhecimento e treinamento para trabalho, pois não basta apenas entrar em um espaço colaborativo e cruzar os braços sem dedicação ao crescimento de verdade. 

Atenção a seu projeto

O treinamento desse tipo de processo é muito importante, então apesar de ser muito entrosado o trabalho com outros lojistas dentro do mesmo estabelecimento, é muito importante que dê mais atenção também ao seu projeto ou produto. 

Precisa ser feito esse treinamento elaborado por períodos para que sua empresa ou seu negócio não saia prejudicado sendo por falta e tempo ou falta de informação, não confunda atenção ao seu negócio sendo como ignorar os demais processos a sua volta, pois o grande x da questão é estar disposto a compartilhar processos e atenção de forma colaborativa, mas lembrando qual é o seu projeto sempre. 

Também precisa ter o conhecimento de onde ou quem você e sua empresa querem atingir com seus produtos, pois é necessário ter um público-alvo para suas conquistas, onde sua empresa será bem estruturada e reconhecida. 

Para que isso aconteça precisa estudar bem onde será o local da sua empresa ou qual estabelecimento colaborativo irá se integrar, assim como os demais lojistas que utilizam o mesmo espaço possam ter um público-alvo em comum.

Estar engajado com os demais expositores de negócio em um espaço colaborativo é importante pois precisam estar alinhados para que possam dar o seu máximo e atingir de forma eficaz os seus clientes contribuindo assim para o crescimento de ambas empresas. 

Quais atenções importantes é preciso ter?

Dentro de um estabelecimento colaborativo tem muitas empresas e muita movimentação de valores, sejam eles cobrados às taxas de acordo com o uso. 

Também é normal em algumas lojas colaborativas, cobrar uma taxa de manutenção aos contratados expositores, pois é válido esse trabalho e nada mais justo cobrar por ele. Essa taxa na maioria das vezes é cobrada junto com o aluguel do espaço colaborativo então fica mais simples o pagamento e mais acessível também. 

Assim tem mais formas diferentes de ser cobrado essas taxas, podem ser ajustadas com as vendas e também pode servir para custos como comissão para os vendedores ou marketing. 

É importante validar os valores e cálculos corretamente para não ficar no prejuízo ou diminuir os lucros, então essas taxas devem ser validadas se possível implementadas nos valores dos produtos, como percentual em cima do custo da mercadoria. 

Validar o controle de estoque é um fato importante e que deve ser muito bem observado e dado bastante atenção a ele, pois mesmo tendo as facilidades dentro de um estabelecimento colaborativo, é preciso que os comerciantes expositores administrem os produtos da loja. 

O controle de quantidade sendo movimentada pode afetar não apenas o seu negócio mas os demais colaboradores. Onde é feita a movimentação dos produtos, seja para exposição apenas, ou no caso fazer um merchandising atrativo para que possam girar os produtos e reter mais atenção dos consumidores. 

Modelos diferentes de colaboração 

Analisando todo o conteúdo discutido acima, podemos comparar com alguns outros modelos diferentes mas que tem seus processos um pouco parecidos com loja colaborativa. 

Vemos muito em crescimento de empresas e startups modelos como Coworking, onde é elaborado um espaço corporativo que lidam com várias empresas que alugam esses espaços para realizar algumas reuniões ou aprofundar com mais facilidades nos seus projetos com esse espaço.

Um espaço de Coworking é muito requisitado tanto para empresas e freelancers, onde é dedicado um pouco mais a sua empresa e seu projeto em um espaço mais compromissado e reservado, sendo feito o pagamento deste aluguel de forma simples, como mensal, ou semanal, dependendo do espaço pode ser feito também como processo diário. 

Também um modelo parecido com as lojas colaborativas, é o crowdfunding que é bastante conhecido, por seus processos mais elaborados e pessoas que tem interesse em financiá-lo, mas não com envolvimento de empréstimos ou instituições financeiras, é algo mais legal que isso. 

Onde em troca desse processo, os financiadores do crowdfunding garantem alguma outra recompensa, de diferentes tipos. 

Assim como outros processos de aceleração ou compartilhamento de recursos operam no modelo colaborativo, o que agrega muito a novas empresas que estão iniciando e também as empresas que buscam se manter no mercado atualmente. 

As formas de empreender realmente são diversas, como você acabou conhecer o modelo de loja colaborativa. Também é preciso agregar softwares de qualidade para trabalhar e uma gestão focada no crescimento da empresa para gerar muitos lucros e rendimentos significativos para todos.

E falando ainda em economia, utilize na suas emissões o emissor de notas fiscais FreeNFe, além de ser fácil e rápido, ele é gratuito e permite a emissão de notas
em quantidade ilimitada.

Além é claro, de recursos gratuitos para ajudar no dia a dia da sua empresa, para que ela possa alavancar ainda mais os seus negócios. Exemplo desses recursos, é o Gerador de Boletos automáticos. É isso mesmo, depois de fazer o credenciamento por dentro do próprio sistema, o que por sinal é um processo muito simples e rápido, você já estará apto para emitir os seus boletos. Quando uma empresa opta por usar este recurso, ela nunca mais precisará enviar arquivos de remessas para o banco, isso porque o FreeNFe já está homologado e preparado junto a instituição financeira para fazer a geração e conciliação automaticamente, tanto dos boletos quanto dos recebimentos, respectivamente.
Para saber mais sobre o Gerador de Boletos do FreeNFe, clique aqui e fale agora mesmo comigo pelo WhatsApp.
Para saber mais sobre o FreeNFe, confira abaixo!

Conhecer FreeNFe

Emissores

Ferramentas gratuitas

Soluções

Av. Pedro Taques, 294, Zona 7, Maringá – PR, 87030-008
CNPJ: 23.903.417/0001-60
2016 • 2024  |  Mapa do site